Domingo, 15 de dezembro de 2019   -     04:10 |
5000onon

Piauí Conectado leva internet de qualidade para a administração pública

O serviço público do estado do Piauí apresenta melhora nos serviços disponibilizados desde o início deste ano. O motivo é a mudança de internet para a rede de fibra óptica fornecida pela SPE Piauí Conectado, uma parceria público-privada que veio para dar mais celeridade aos processos administrativos, além de garantir tecnologia e inovação para os órgãos públicos e em alguns pontos, fornecendo acesso livre para a população.

Antonio Torres, diretor da Agência de Tecnologia da Informação do Estado do Piauí, controladora responsável pela contratação da Piauí Conectado, explicou que o avanço da implantação do projeto no Estado é satisfatório. “Recebemos muitos elogios do ponto de vista da velocidade, da segurança e da estabilidade da rede. A maior reclamação que recebíamos era que o ponto da operadora antiga não possuía velocidade constante, sempre caía e o volume prometido não chegava”, contou. 

 Foto: Divulgação 

Secretaria Estadual de Justiça (Sejus) é a que usa o serviço há mais tempo e onde os maiores avanços com relação ao trabalho administrativo podem ser observados. A Sejus exige uma conexão rápida e de qualidade. Tanto na sede quanto no sistema prisional é possível ver processos sendo realizados com maior velocidade.

O Coordenador de TI da Sejus, Paulo Rocha, não poupou elogios ao trabalho da SPE Piauí Conectado. “Eles foram quase como uma salvação. A situação da internet em nossas unidades era bem precária e desde que houve a mudança melhorou demais a nossa internet. Tivemos melhoras na alimentação do nosso sistema, antes ouvíamos muitas reclamações dos servidores e vibramos muito quando percebemos as melhorias”, afirmou o gestor.

Graças à mudança, agora será possível implantar o sistema de Videoaudiência, facilitando o interrogatório à distância, sendo mais um passo no uso da informática como forma de dar maior celeridade ao processo judicial piauiense. “Com a internet do projeto Piauí Conectado, vai ser finalmente possível tirar isso do papel e colocar na prática. Nossa secretaria agradece demais a parceria”, declarou Paulo Rocha.

O contrato com a empresa tem duração de 30 anos e prevê que 98 municípios piauienses contarão com internet mais rápida e de melhor qualidade, contemplando 80% da população. O próximo passo é a implantação de pontos de rede Wi-Fi de graça para acesso da população em praças públicas da capital e municípios do interior. A previsão é que em novembro os primeiros pontos já sejam liberados.

Entre as atribuições da empresa está a implantação de pontos de internet com velocidade de 30 megabytes para uso da administração pública estadual. A iniciativa de implantar internet por meio de Parceria Público-Privada é pioneira no Brasil e já está sendo reproduzida em outros estados. 

* Com informações da ATI

Dê sua opinião: