Quarta, 03 de junho de 2020   -     05:37 |

Para Moro, Covid-19 não trará caos social ao Brasil

 Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil   

Nesta segunda-feira (6), o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, negou que haja risco de “distúrbios sociais” no Brasil provocado por problemas de abastecimento devido à crise do coronavírus. Para ele, é preciso “conciliar o isolamento com as medidas econômicas” que o governo já está tomando.

As declarações foram dadas durante uma teleconferência com investidores.

Moro comentou possíveis problemas pelo quais o país pode passar e disse que, apesar do temor de um casos social ser “abstrato”, o governo precisa ficar atento.

-Há um temor de que haja distúrbios sociais por problemas de abastecimento, de falta de acesso à renda… Me parece que esse problema está sendo equacionado muito bem pela Economia, que está providenciando os mecanismos para evitar que pessoas fiquem sem renda e sem salário. E, de todo modo, esse é um temor, até o momento, abstrato. Não existe sinalização concreta de que vamos entrar num cenário de sublevação social. Creio que não, ao contrário, acho que esse momento de crise favorece nosso sentimento de união e solidariedade – explicou.

O ministro também voltou a falar sobre as medidas de isolamento sociais.

– Isolamento tem que ser o que for necessário para debelar a epidemia. Estados estão adotando isolamentos e quarentenas com base na autonomia deles. Há recomendação geral nesse sentido, embora existam divergências razoáveis nesse tema. É importante conciliar o isolamento com as medidas econômicas que o governo tem tomado, como o tal do coronavoucher [auxílio de R$ 600 para trabalhadores informais] ou medida de suplementação de salário, para permitir que, se as pessoas tenham que ficar em casa, que elas tenham as condições necessárias para tanto – destacou.   

* Com informações do Pleno News

Dê sua opinião: