Segunda, 24 de fevereiro de 2020   -     20:10 |
5000onon

Em mensagem anual na Alepi, governador cita crescimento no IDH como principal meta

Seguir construindo o caminho para um Piauí com alto Índice de Desenvolvimento Humano (IDH). Esse é o principal objetivo do governador Wellington Dias, citado na leitura da mensagem anual, realizada, nesta segunda-feira (3), no Plenário da Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi). Na ocasião, é feito um balanço das atividades do ano passado e o anúncio das prioridades do mandato para os próximos anos.

Nas páginas da mensagem, Wellington destacou o crescimento do IDH como principal meta da sua gestão. Todas as ações nas mais diversas áreas estão programadas e interligadas, de forma que resultem no avanço deste índice no Piauí, que está perto de alcançar a pontuação 0,8, considerada alta. Além do IDH, o governador apresentou dados estatísticos como o Produto Interno Bruto (PIB), Índice de Avaliação da Educação Básica (IDEB) e índices de serviços de saúde e segurança, que demonstram o aumento da qualidade de vida e a capacidade de driblar a crise econômica que atinge o país, mantendo um bom patamar de investimentos em áreas essenciais como saúde, educação, segurança, habitação e mobilidade urbana.

Para Dias, as práticas do presente e as perspectivas para o que virá seguem conectadas ao tempo, de forma que as experiências passadas moldam os olhares e as ações. “Dessa forma, o que foi feito nos demonstra onde estamos, como chegamos até aqui e o que conseguiremos em nosso futuro. Em um período de incertezas, desconfianças, indefinições de rumos, sinto-me imensamente feliz por poder olhar pra trás, visualizar e apresentar um Piauí que se construiu nesses últimos anos, em cima de uma visão que integra o respeito às pessoas, a sensibilidade administrativa e o compromisso sustentável com o desenvolvimento”, afirmou o governador.

Segundo o chefe do executivo estadual, todas as linhas de desenvolvimento traçadas até aqui, não serviriam de orgulho, caso não conseguissem alcançar o objetivo primeiro, que é a redução da pobreza. “Lembro de um Piauí que tinha associado à sua imagem a extrema pobreza. Recentemente o IBGE divulgou que saímos da lista dos mais pobres da Federação e avançamos muito no índice de vulnerabilidade. Hoje o Piauí está à frente do Maranhão, Alagoas, Amapá, Amazonas, Pará, Sergipe e Bahia. Esse dado reforça o nosso compromisso com o desenvolvimento da nossa gente”, disse Wellington.

Hoje, o estado do Piauí possui uma das mais modernas Gestões de Planejamento e Orçamento, além de uma gestão fiscal voltada para o equilíbrio das contas públicas, sem perder o foco no investimento social necessário. “Reestruturamos nossos macroprocessos de planejamento, fortalecemos a participação popular com os Conselhos Territoriais de Desenvolvimento sustentável, possibilitamos audiências públicas, aprofundamos debates com Universidades, ONGs, povos de comunidades tradicionais, representantes religiosos, poder legislativo e Judiciário, movimentos sociais, movimentos de minorias. Todo esse processo nos possibilitou a confecção de um plano plurianual casado com o orçamento, que responderá às necessidades do nosso povo, além de uma gestão financeira voltada para o nosso desenvolvimento”, complementou.

Outro ponto importante do Ano de 2019 foi a consolidação do Consórcio Nordeste. “Em um período adverso para os nove estados do Nordeste, conseguimos saídas para integrar e fortalecer a nossa macrorregião, conseguimos assegurar parcerias importantes no turismo, na compra coletiva de medicamentos e insumos hospitalares, além de fortalecer um projeto histórico de desenvolvimento da região Nordeste. Nas áreas de Saúde, Educação, Cultura, e Segurança, o Piauí conseguiu resultados expressivos. O Estado continua a ocupar o primeiro lugar no Brasil em termos de provisão de atenção básica, com 99,8% de cobertura”, pontuou Dias.

Para finalizar, Wellington Dias reafirmou seu compromisso com os piauienses. “Todos os esforços, nas diversas áreas de atuação do governo estadual, são no sentido de garantir melhor qualidade de vida para o povo piauiense. Para isso, é preciso manter uma política rigorosa de controle dos gastos, gestão dos recursos públicos e equilíbrio fiscal e financeiro. Manter o Piauí crescendo e se desenvolvendo é um desafio que nosso governo se impõe para os próximos anos de gestão. Vamos seguir construindo o caminho para um Piauí com desenvolvimento muito alto. Entregando à sociedade um balanço de nossas ações e resultados, reiteramos o desejo de continuar avançando rumo à igualdade social, à erradicação da pobreza, à educação de qualidade, à uma segurança pública eficiente, ao desenvolvimento de uma economia inclusiva e solidária, e a uma gestão transparente e eficiente. Por fim, estamos comprometidos em entregar ao povo do Piauí nada menos do que a certeza de que o nosso Piauí é hoje o Estado que é sinônimo de Desenvolvimento Sustentável”, concluiu.

Avanços na Economia

O Piauí cresceu, segundo os últimos dados do IBGE, 7,7% em seu PIB, número que somente os países que mais crescem no mundo alcançam. Esse dado vem acompanhado de uma série de esforços feitos para constituir o terreno propício para este excelente êxito, como por exemplo, o empenho para a desburocratização na abertura de empresas; para atração de investimento para o Estado, agregado ao fomento ao empreendedorismo; para aprovação da Lei de Terras, que garante segurança jurídica e o fomento à produção do grande e do pequeno produtor rural; para os programas de incentivo à geração de renda no campo, como o Viva o Semiárido, Progere e Compra Direta, que possibilitam que as famílias consigam, para além da subsistência, comercializar a sua produção; para angariar recursos para o Piauí, o que contribuiu para o desempenho do PIB e transformaram-se em ações que potencializaram o turismo, aumentaram a infraestrutura necessária para o desenvolvimento das forças produtivas, além de gerar empregos diretos e indiretos na construção civil, no setor de Serviços, e até mesmo na Agropecuária.

Avanços nas Parcerias Público Privadas

Em 2019 o Piauí avançou muito nas Parcerias Público- Privadas – PPP, que mostraram que é possível desenvolver o setor produtivo com sustentabilidade, garantindo a preservação dos biomas e promovendo a inclusão social. Em um ano em que a questão ambiental foi debatida por líderes de todo o mundo, inclusive no Sínodo da Amazônia, em Roma, o desafio que está colocado para todos os líderes do mundo é: como gerar riquezas, de maneira sustentável e de forma distributiva? O Piauí, que participou ativamente dessas discussões, hoje é referência mundial na produção de energias renováveis, que alavancaram o crescimento econômico do Estado e mudou a realidade de áreas antes consideradas improdutivas e dependentes de práticas assistencialistas. No ano de 2019 o Piauí, sozinho, gerou 676,5 Megawatts (MW) médios de energia eólica, sendo o terceiro produtor de energia limpa do Brasil.

Avanços na Saúde

A Saúde conta com obras importantes que estão em fase de conclusão que permitirão mais melhorias no atendimento à população. Em 2019, foram distribuídos às Farmácias Ambulatoriais do Estado, Municípios e Unidades Prisionais, através da Central de Abastecimento Farmacêutica – CAF, mais de 26 milhões de itens. Também foram realizados mutirões de cirurgias eletivas, com um total de 3.088 procedimentos cirúrgicos, além da realização de 1.726, 312 procedimentos ambulatoriais.

Avanços na Educação

No que se refere à Educação, 255.363 mil alunos foram matriculados no Ensino Médio. Os resultados recentes das notas do Enem atestam a qualidade do Ensino Médio Estadual e o sucesso da política de preparação dos alunos, através do programa Pré-Enem da SEDUC. No que tange o Ensino Profissional e Técnico de Nível Médio, o estado conta com 76 escolas, sendo 18 Centros Estaduais de Educação Profissional – CEEP, 13 Centros Estaduais de Educação Profissional Rural – Ceepru, nove Centros Estaduais de Tempo Integral – CETI, 16 Escolas Famílias Agrícolas – EFAs, 19 unidades escolares – UE e uma Escola de Teatro. A educação avançou ainda na universalização do Ensino Superior, na modalidade EAD, presente hoje em praticamente todos os municípios do Piauí.

Avanços na Cultura

Na Cultura o Piauí segue com um dos maiores investimentos per capita do país, superando a média do Nordeste e do Brasil. Nos últimos anos, um calendário de atividades foi estabelecido, o que fortaleceu as manifestações do povo, com apoio aos grupos culturais tradicionais e os festejos nos municípios do estado. Obras importantes foram realizadas, como o Porto das Barcas em Parnaíba, e reformas de teatros, casas de cultura e bibliotecas.

Avanços na Segurança

No ano de 2019, o Piauí obteve um dos mais baixos índices de violência do País, sendo o terceiro menor do Brasil. Em Teresina, de 2018 para 2019, houve uma redução de quase 45% nos feminicídios, segundo o Relatório de Criminalidade de 2019. Esse êxito é fruto de investimentos na área da segurança e implantação de uma política de segurança pública que une prevenção, controle, inteligência e gestão de riscos. Outro dado animador é a redução em mais de 45% no comparativo de 2014 para 2019, nas mortes violentas intencionais.

Confira a íntegra da mensagem:   

Mensagem Governador_2020_final_web.pdf



* Com informações da CCOM 

Dê sua opinião: