Terça, 15 de outubro de 2019   -     13:54 |
5000onon

Amarante recebe visita do governador W. Dias e tem obras inauguradas

 Foto: Francisco Gilásio

Durante cumprimento de agenda no município de Amarante, o governador Wellington Dias inaugurou e visitou obras importantes para o município ao lado do prefeito Diego Teixeira. Ainda na cidade, o chefe do executivo estadual entregou o título de cidadania piauiense ao ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Reynaldo Soares da Fonseca, que também foi homenageado com a outorga da Ordem Estadual do Mérito Renascença. 

Wellington Dias deu por inaugurada obras de pavimentação em ruas do município de Amarante, onde foram investidos recursos na ordem de R$ R$ 747.336,73. “Temos uma parceria com a prefeitura de Amarante que nos permite executar obras desse tipo para a cidade, que já era algo solicitado há algum tempo pela população. Além de gerar emprego e renda durante a sua construção, a pavimentação agora vai tirar pessoas da lama e da poeira antes existentes nessas ruas”, disse o governador.

O secretário de Turismo, Flávio Nogueira Júnior, também acompanhou a entrega das ruas pavimentadas. “Amarante, além de histórica, é uma cidade turística. Torna-se necessário fazer alguns serviços principalmente de infraestrutura. Nada mais justo que hoje possamos inaugurar com a população mais de 7 mil² de pavimentação poliédrica que são um verdadeiro benefício para a cidade”, afirmou. 

“Calçamento é qualidade de vida, só aqui no bairro Baixa Verde são 50 famílias beneficiadas. Nossa parceria com o Governo do Estado tem trazido bons resultados em várias áreas para o nosso município”, garantiu o prefeito Diego Teixeira.
A comitiva visitou ainda a sede da Secretaria Municipal de Saúde e a U.E Antônio Gramoza. Os prédios onde funcionam as duas instituições foram cessões feitas pelo estado ao município de Amarante. 

Casa Odilon Nunes

A Casa Odilon Nunes de Amarante foi reformada e modernizada. Construída no final do século XIX, ela abriga parte do patrimônio histórico do município. O local foi reaberto ao público com a presença do governador Wellington Dias e do secretário de Cultura Fábio Novo, que fez a apresentação às autoridades presentes. 

Foram investidos cerca de R$ 383 mil na reforma e modernização. Entre os serviços executados, estão troca de telhado, recuperação das instalações elétricas, instalação de ventiladores e ar-condicionados, restauração de piso, fachada, portas e janelas, paisagismo e instalação de extintores. Na entrada da Casa, um totem foi instalado, contendo um texto que conta um pouco a história do casarão.

Além da reforma na parte física, a modernização inclui uma nova cenografia para a sala de exposições, que ganha novo mobiliário, valorizando o acervo existente na casa. Um dos espaços também vai homenagear o filho ilustre de Amarante, o poeta Da Costa e Silva. Seus poemas ganharão um lugar especial na Casa Odilon Nunes. Dessa forma, o visitante poderá fazer uma visita “guiada por poemas”.

A biblioteca também vai ganhar mais livros, doados através de uma parceria entre a Secult e a Academia Piauiense de Letras – APL, e mesas de estudo. O auditório foi climatizado e ganhou cadeiras novas. O casarão também ganha uma copa, com fogão, geladeira, e outros itens, para atender às necessidades dos funcionários da Casa.

O governador Wellington Dias conferiu toda reforma e reforçou o valor do local para a história e manutenção da nossa cultura. “A Casa Odilon Nunes é um patrimônio histórico para o Piauí e para o Brasil. Tudo isso representa a preservação da nossa memória e dos nossos antepassados. É uma alegria muito grande partilhar de todas essas alegrias hoje com a população de Amarante”, enfatizou. 

“Estamos preservando um casarão histórico que é símbolo da arquitetura piauiense. Ele estava muito ruim e cuidamos com muito carinho. Foi um ano de meio de trabalho para recuperar todo esse espaço e agora estamos devolvendo um excelente equipamento de cultura para o Piauí”, explicou o secretário de Cultura Fábio Novo. 

Homenagem

Durante a solenidade de reabertura da Casa Odilon Nunes, o governador Wellington Dias entregou o título de cidadania piauiense ao ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Reynaldo Soares da Fonseca, que também foi homenageado com a outorga da Ordem Estadual do Mérito Renascença. A honraria foi proposta pelo deputado estadual Júlio Arcoverde, que também estava presente na cerimônia. 

O ministro é natural do Maranhão, mas tem uma forte ligação com o estado do Piauí através de sua família. "Hoje meu sentimento é de gratidão à Amarante e ao Piauí. Por ter começado toda minha história de vida aqui nessa cidade com meu avô ainda no final do século XIX. Esse título representa a reconstrução do conceito que o Piauí representa para o Brasil, um estado que deu ao país pessoas como Da Costa e Silva, um dos maiores poetas brasileiros. É um resgate daquilo que a justiça pode fazer em prol da população do Piauí e nada melhor do que lembrar os novos juizados especiais, estaduais e federais que aproximaram o povo do poder judiciário e que tornaram aquelas pessoas que era invisiveis, visíveis através dos seus reclamos sociais e jurídicos. Estou agradecido ao parlamento piauiense pelo título de cidadão e também ao governo por ter me conferido a maior medalha”, disse o ministro. 

Em sua fala, o governador Wellington Dias declamou um poema de Da Costa e Silva e reforçou o valor inestimável do ministro Reynaldo Soares da Fonseca com todo seu trabalho já realizado. “ Fiquei encantado ao ouvir toda história de vida e de família do ministro e sua forte ligação com o Piauí. Além disso, ele é um grande brasileiro, um grande nordestino firme em suas convicções do qual temos muito orgulho com todo seu trabalho que ajuda a transformar nosso país”. 

Participaram ainda da solenidade o prefeito de Amarante Diego Teixeira; senador Ciro Nogueira; senador Elmano Férrer; deputado estadual Júlio Arcoverde; o deputado estadual Firmino Paulo; o deputado estadual Wilson Brandão; os juízes Thiago Brandao e Leonardo Trigueiro; o presidente do Tribunal de Justiça do Estado do Piauí, desembargador Sebastião Martins e demais autoridades locais. 

* Com informações da Ccom
  

Dê sua opinião: