Quinta, 24 de outubro de 2019   -     00:00 |
5000onon

Moradores de rua são presos suspeitos de matar vítima dentro de casa em Teresina

 Foto: Simplício Júnior/ TV Clube

Um casal suspeito de amarrar e matar João Luís Moreira de Oliveira, de 49 anos, foi preso na tarde desta sexta-feira (23) às margens da BR-316, em Elesbão Veloso. Segundo a polícia, o crime teria sido um latrocínio (roubo seguido de morte).

De acordo com o delegado Jarbas Limas, do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), o crime aconteceu durante uma festa na casa da vítima, localizada no conjunto Redonda, Zona Sudeste de Teresina, na noite de 15 de março de 2019. João Luís Moreira de Oliveira foi encontrado deitado de bruços em uma cama, com as mãos amarradas e um tecido cobrindo o rosto.

"A vítima estava na companhia de quatro pessoas, entre elas Reissan Goveia da Silva e Josilene Raquel da Silva. Inicialmente os suspeitos iriam apenas roubar, mas na hora acabaram matando a vítima", disse.

O delegado contou que no dia do crime os quatro suspeitos deram golpes de garrafa na cabeça da vítima e o amarraram na cama de seu quarto. Em seguida, eles roubaram vários objetos de sua residência e a saída foi registrada pelas câmeras de segurança.

"Infelizmente, devido aos ferimentos, a vítima teve um edema cerebral em virtude de uma hemorragia intracraniana, que o levou a óbito. O inquérito foi concluído há dois meses, mas estava faltando prender os criminosos", informou.

Reissan e Josilene foram presos após denúncias de que eles estavam às margens da BR-316, vendendo milho. Equipes da Polícia Militar também ajudaram na prisão do casal.

"Os suspeitos presos serão transferidos para Teresina na segunda-feira (26), onde serão interrogados. Ainda faltam dois a serem presos. Todos os autores são moradores de rua, o que traz certa dificuldade em localizá-los", acrescentou o delegado.

* Com informações do G1 PI

Dê sua opinião: