Quinta, 09 de dezembro de 2021   -     05:03 |

Justiça do Piauí decreta prisão preventiva do suspeito de tentar matar advogada

Foi decretada pela justiça, nesta sexta-feira (15), a prisão preventiva do empresário, Maurício de Nassau Arcanjo, suspeito de tentativa de feminicídio contra a advogada Antônia Marlúcia Brito Escórcio, esfaqueada pelo empresário em casa na última segunda-feira (11), em Piracuruca, norte do Piauí.

Na manhã de terça-feira (12), o Maurício foi preso, em flagrante, escondido em um matagal com a arma do crime em mãos.

A Polícia Civil solicitou o pedido de prisão preventiva do suspeito, acatado pela Justiça. O empresário, atualmente, está preso e aguardando uma vaga no sistema penitenciário do estado para ser transferido.

Segundo informações, parte das testemunhas do caso já foram ouvidas, o inquérito deve ser concluído em breve e encaminhado ao Ministério Público o quanto antes. A partir dos depoimentos das testemunhas, o caso parece ter sido algo isolado. Não há indícios de que ela tenha sofrido agressões, físicas ou verbais, anteriormente.

Antônia Marlúcia continua internada em Teresina, o quadro de saúde da advogada está estável e quando obtiver alta ela deve ser ouvida pela Polícia Civil.

Dê sua opinião: