Sexta, 10 de abril de 2020   -     09:08 |
5000onon

Funcionário de lanchonete é morto com tiro no rosto durante assalto no Piauí

Um rapaz chamado Antônio da Cruz de Oliveira Sousa, de 26 anos, foi assassinado com um tiro no rosto durante um assalto a uma lanchonete onde trabalhava, localizada na localidade Estaca Zero, na BR-316, a 89 km de Teresina. Segundo a PM, o funcionário estava deitado no chão e dominado pelos criminosos quando foi baleado. Polícia Militar da região faz buscas para localizar os bandidos.

De acordo com o subtenente Geilson, comandante da PM de Agricolândia, quatro homens participaram do crime. Os criminosos chegaram à lanchonete em uma pick-up pequena por volta das 22h dessa quinta-feira (6), no momento em que o estabelecimento estava fechando.

Segundo relato dos funcionários para os policiais, os quatro assaltantes estavam armados com revólveres e anunciaram o assalto, afirmando aos funcionários que sabiam que havia armas e dinheiro no local.

O funcionário Antônio da Cruz foi baleado no rosto e encaminhado em uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para o Hospital Municipal Dirceu Mendes Arcoverde, na cidade de Água Branca, a cerca de 20 km do local do crime, mas faleceu por volta da meia-noite. O rapaz morava na localidade carrasco, município de Olho D'água do Piauí.

Foto: Reprodução

"Eu conheço o rapaz que morreu covardemente. Era altamente trabalhador e, com muita perseverança, se formou no fim do ano em administração. Estava de casamento marcado, móveis e casa já esperando", lamentou o subtenente Geilson.

Segundo o militar, o funcionário estava deitado no chão do local e dominado pelos criminosos quando foi baleado no rosto. Durante o assalto, o gerente e um vigilante da lanchonete foram agredidos a coronhadas pelos criminosos.

Os criminosos fugiram do local levando uma quantia em dinheiro, um revólver e uma espingarda calibre 20, dois celulares e os equipamentos que guardam as imagens das câmeras de segurança do local. Os policiais militares de Teresina, Agricolândia, Água Branca e Barro Duro fazem buscas pela região para tentar localizar e prender os assaltantes. 

* Com informações do G1 PI

 

Dê sua opinião: