Segunda, 03 de agosto de 2020   -     22:58 |

Coluna Coluna Feitosa Costa

Secretário petista de prefeitura do Piauí chama Adélio Bispo de herói por ter esfaqueado Bolsonaro

O Secretário de Finanças da prefeitura de Castelo do Piauí, que também é membro do Diretório Municipal do Partido dos Trabalhadores (PT), reverenciou o criminoso Adélio Bispo como “super-herói” por ter tentando matar o presidente Jair Messias Bolsonaro com uma facada durante a campanha eleitoral de 2018. 

Identificado como Marcos Aurélio Nonato, figura da mais alta confiança do atual prefeito petista Magno Soares, o secretário disse, numa clara incitação à violência, contra a vida humana, que se tivesse sido “um cearense da gema, com uma peixeira melhor, teria salvo o Brasil”. 

Ele fez isso numa postagem no Facebook, que já foi deletada (veja os prints). Consta que Marcos Aurélio é ex-presidente da respeitada Associação Atlética do Banco do Brasil (AABB) de Castelo do Piauí, cidade localizada a 186 quilômetros de Teresina. 

Como se observa, na imagem abaixo, não é a primeira vez que o famigerado secretário da prefeitura incita à violência contra a vida do presidente Bolsonaro. 

Dê sua opinião: