Quarta, 20 de novembro de 2019   -     03:16 |
5000onon

Coluna Coluna Feitosa Costa

Deputado que xingou Moro de ladrão ganha liberdade para agredir qualquer autoridade na câmara

Por unanimidade, o Conselho de Ética da Câmara Federal arquivou ontem (22) o pedido de cassação do mandato de Glauber Braga (PSOL-RJ), que em uma audiência no início de julho disse ao ministro Sergio Moro que ele é um "juiz ladrão", pela forma como atuou na Lava Jato. 

Glauber poderia ter o mandato cassado ou até sofrer sanções cabíveis por ter xingado e constrangido o ministro da justiça e segurança pública. Mas, ao invés de puni-lo, o Conselho preferiu abrir precedentes para os deputados agredirem com palavras de baixo calão qualquer autoridade que frequentar aquela casa legislativa. 

O vergonhoso arquivamento da acusação da quebra de decoro parlamentar foi defendido pelo deputado Flávio Nogueira (PDT-PI), relator da comissão e colega de Glauber. No entendimento do piauiense, não é crime passível de punição faltar com respeito a uma autoridade que presta relevantes ao Brasil.

O seria, portanto, deputado?

EXCLUSIVAS

Parabéns ao João

Depois de afirmar que o Brasil não pode receber ordens de países europeus que permitiram a devastação de suas florestas, o deputado João Madson Nogueira passou a tarde de ontem recebendo telefonemas de parabéns.



Klebão no Z-4

Candidato do coração de Firmino Filho a sua sucessão, o secretário de Educação de Teresina, segundo comentários de bastidores, estaria com 1% em pesquisa que teria sido encomendada pela Prefeitura, na lanterna do Z-4.

Série B

Gozador por vocação, um vereador que faz oposição a Firmino Silveira, fez o seguinte comentário: "o Kleber Montezuma vai cair para a série B".

Muito agitado

Amigos de Firmino Filho deixam escapar em rodadas de uísque que o prefeito de Teresina "anda muito agitado nos últimos dois meses".

"Uma pilha"

Recentemente, num bar da avenida Dom Severino, um empresário conhecido de Teresina e próximo ao prefeito, comentou:

- Nos últimos dias o baixinho está uma pilha de nervos.

Vagabundo

Nas redes sociais, depois de ser absolvido pelo Conselho de Ética da Câmara, o nome mais leve que o deputado Glauber Braga ( PSOL ) levou foi de vagabundo.

Sobrou para Flávio

Xingamentos mais leves foram direcionados para o piauiense Flávio Nogueira, que fez um relatório favorável à absolvição de Glauber Braga da acusação de ter chamado Sérgio Moro de ladrão.

Chamado de menina

Internautas chamaram Glauber de "Menina do Rio" em post de protesto contra sua absolvição.

Ziza quer copiar

Quem parece querer copiar Glauber Braga é o piauiense Ziza Carvalho, que vive postando acusações contra Sérgio Moro.

Especialista

O prefeito Dó Bacelar fraudou a licitação para abastecimento de água e a Justiça mandou a Agespisa reassumir os serviços em Porto Marruás.

O gestor fraudou o Edital da Concorrência nº 02/2019 para contratar de forma criminosa a empresa “Soluções”.

Acertadamente

O desembargador Sebastião Ribeiro Martins, presidente do Tribunal de Justiça do Piaui (TJ-PI), determinou a suspensão do contrato firmado entre a prefeitura de Porto e a empresa Soluções de Água e Abastecimento em pedido de tutela ingressado pelo Estado e a empresa Agespisa.

Absurdo 

Os envelopes com propostas e documentos deveriam ser entregues às 9h do dia 06 de maio de 2019, conforme item 8 do Edital da Concorrência Pública nº 02/2019 (Id 819212 – fls. 43/69), mas o contrato constitutivo da empresa vencedora do certame é datado de 24 do mesmo mês e registrado na Junta Comercial em 07 de junho, mesma data em que também foi expedido o CNPJ.

Esquema grande

Ainda segundo os itens 12 e 14 do Edital, o contrato de concessão será por 30 (trinta) anos e tem valor estimado de R$ 34.074.815, 11 (trinta e quatro milhões, setenta e quatro mil, oitocentos e quinze reais e onze centavos). Mas, o contrato de constituição da empresa Soluções de Águas e Abastecimento possui capital de apenas mil reais.

Vergonhoso

Enquanto Dó Bacelar tenta beneficiar seus colegas com fraudes em licitações, a população portuense vive dias difíceis com a falta d'água em suas casas.

Dó Bacelar é um péssimo exemplo para as futuras gerações da pacata cidade de Porto. 



Dê sua opinião: