Segunda, 24 de fevereiro de 2020   -     21:48 |
5000onon

Coluna Coluna Feitosa Costa

Bolsonaro pode reeleger Marcelo Crivella em 2020, se quiser

Forças políticas da esquerda, com auxílio de grupos organizados da mídia nacional, seguem mobilizadas no projeto de tirar Marcelo Crivella (Republicanos) da prefeitura do Rio de Janeiro-RJ.

Do dia para a noite, todos os problemas sociais, catastróficos, econômicos e de infraestrutura da cidade foram colocados na conta do gestor que, diante de uma arrasadora crise financeira, parece não conseguir reagir aos fortes ataques.

Para se ter uma ideia, numa pesquisa do Instituto Datafolha, divulgada ontem (15), Crivella aparece com 72% de rejeição quando citado para as eleições de 2020. Ironicamente, a amostra aponta o ex-prefeito Eduardo Paes (DEM) e o deputado federal Marcelo Freixo (PSOL) como favoritos para vencer a disputa.

Apesar de não tão confiável, o resultado da pesquisa pode ser classificado com sendo o efeito do trabalho de desgaste produzido pelos grupos de esquerda. Mas, Bolsonaro pode se tornar o bastão da campanha à reeleição de Crivella no próximo ano.

É que o presidente age na contramão de todas às invertidas de seus opositores. Bolsonaro tem os ingredientes necessários para ajudar ao prefeito a virar o jogo de polarização com integrantes da esquerda.

Crivella, que até tenta incorporar um “personagem” ríspido com a mídia, que ele acusa de persegui-lo, com razão, como no episódio no qual “esculachou” integrantes da Rede Globo, ainda passa uma imagem de “bom moço”, que não agrada parte dos cariocas.

Bolsonaro, por sua vez, explode contra àqueles que tentam sabotar sua gestão a nível nacional. Por influência da ala evangélica, é esperado que ele ajude Crivella no enfrentamento aos adversários.

Receosos, líderes de partidos da esquerda sabem que uma participação forte do presidente pode mudar os rumos da eleição de 2020. O jogo ainda não começou, mas a bola já está com Bolsonaro.


EXCLUSIVAS

O território nacional

O que seria da população sem a liberdade para opinar sobre qualquer assunto na internet? 

Fique sabendo que Congresso aprovou o aumento de pena para crimes contra a honra cometidos na internet, medida que representa um verdadeiro retrocesso social. Os votos foram dados por àqueles que têm medo da divulgação de suas malfeitorias contra o povo. 

Vai vetar

Mas, a nação pode contar com o veto presidencial de Jair Bolsonaro. Ele já disse que a internet é um território livre, inclusive, no qual sofre diariamente ataques de opositores. 

“Vou vetar aquele artigo que fala em triplicar a pena para crimes na internet: de injúria, calúnia, difamação. Internet é território livre”, justificou Bolsonaro.

No ponto certo, presidente 

“Eu quero a liberdade de imprensa. Ninguém mais do que eu sou atacado na internet, mas não é por isso que vou querer achar que tem que criminalizar.”

Relator piauiense

O plenário da Câmara está pautado para votar hoje uma PEC proposta pelo deputado Júlio César (PSD-PI) que aumenta em 1 ponto percentual os repasses de alguns tributos da União para os municípios.

Se aprovado, o valor da arrecadação total do imposto de renda e do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) passa a representar 23,5 pontos percentuais, aumentando o repasse global de 49% para 50% da arrecadação.

Festa nas prefeituras

O piauiense Júlio César calcula que a mudança deve liberar quase R$ 60 bilhões para os municípios em 10 anos.

Otimismo

O governador Wellington Dias (PT) verbalizou nesta manhã que pretende realizar concursos públicos no Piauí, logo em 2020. 

O gestor confia na recuperação e no ajuste fiscal do Estado, pós reforma aprovada na Assembleia. 


Dê sua opinião: