Sábado, 06 de junho de 2020   -     14:16 |

Coluna Coluna Feitosa Costa

Australianos descobrem que remédio antiparasitas mata coronavírus em 48h

Conforme testes realizados por cientistas da Universidade Monash, na Austrália, uma droga presente no antiparasitário (utilizado para combater piolhos) pode ser capaz de matar o novo coronavírus causador da pandemia Covid-19 em apenas 48 horas.

O estudo com os resultados das análises foi publicado pela equipe no periódico Antiviral Research na última sexta-feira (03). De acordo com a pesquisa, o medicamento, conhecido como Ivermectina, interrompeu o crescimento do vírus Sars-CoV-2 quando testado em culturas de células.

"Descobrimos que mesmo uma dose única poderia remover essencialmente todo o RNA viral por 48 horas e que mesmo às 24 horas havia uma redução realmente significativa [desse material genético]", afirma Kylie Wagstaff, que lidera a pesquisa, em comunicado.


Como explica a especialista, a Ivermectina é um medicamento antiparasitário que também já se mostrou eficaz em testes in vitro contra uma ampla gama de vírus, como os que causam o HIV, a dengue, a gripe e o Zika.“A Ivermectina é amplamente utilizada e vista como uma droga segura", disse Wagstaff.

Os especialistas ressaltam, entretanto, que o próximo passo é definir uma correta dosagem para humanos, garantindo a segurança do paciente, ao mesmo tempo em que o vírus ainda seja afetado. Só a partir daí será possível iniciar os testes clínicos. "No momento em que estamos tendo uma pandemia global e sem um tratamento aprovado, se pudermos utilizar um composto que já está disponível em todo o mundo, isso ajudará as pessoas".

*Com informações complementares da Revista Científica Galileu

Dê sua opinião: