Terça, 28 de janeiro de 2020   -     15:17 |
5000onon

Tiago Nunes quer Corinthians mais ofensivo e sem Ralf

Foto: Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians

Em sua primeira entrevista como técnico do Corinthians, Tiago Nunes afirmou nesta segunda-feira (6) que não contará com o volante Ralf. De acordo com o treinador, o atleta não se encaixa no estilo de jogo que ele pretende implementar na equipe.

– O Ralf tem todo o meu respeito, uma história maravilhosa, e a opção de ele não permanecer é por característica. Os atletas escolhidos para permanecer tem mais a ver com o que eu imagino para o modelo de jogo – disse Nunes.

Presente na apresentação do técnico, o diretor de futebol do Corinthians, Duílio Monteiro Alves afirmou que terá uma reunião com Ralf na quarta-feira (8) para definir a saída dele.

Com 437 jogos pelo time alvinegro, o meio-campista, que possui como característica predominante o seu poder de marcação, era um dos líderes do elenco. Pelo clube, ele conquistou oito título, incluindo a Libertadores e o Mundial, em 2012, além das edições de 2011 e 2015 do Campeonato Brasileiro.

A exemplo de Ralf, Jadson e Renê Junior também devem deixar o time do Parque São Jorge, de acordo com Duílio Monteiro Alves. Nenhum dos três se reapresentou nesta segunda, quando Tiago Nunes comandou o seu primeiro treino no CT do Parque Ecológico.

Neste processo de reformulação do elenco, o treinador afirma que seu objetivo é formar um plantel com atletas que possuam características mais ofensivas.

– Durante minha trajetória como técnico, experimentei diversos modelos de jogo. Mas o que mais me agrada é ter mais a bola, ser propositivo, que privilegia a condição técnica, até mais vistoso de se ver – apontou.

Até o momento, o Corinthians fez somente uma contratação, a do atacante Luan, ex-Grêmio. Além dele, o clube solicitou o retorno do zagueiro Marllon, que estava emprestado ao Bahia.

Deixaram o clube após o fim da última temporada dois atletas que faziam parte do plantel comandado em dezembro por Dyego Coelho. Júnior Urso e Matheus Jesus, ambos volantes. O primeiro foi vendido ao Orlando City, dos EUA, enquanto o segundo emprestado ao Bragantino.

Contratado no fim de 2019, Tiago Nunes assinou contrato até dezembro deste ano, que coincide com o fim da gestão do atual presidente do clube, Andrés Sanchez.

Campeão da Copa Sul-Americana de 2018 e da Copa do Brasil de 2019 pelo Athletico-PR, Nunes afirma que treinar o Corinthians será o maior desafio de sua carreira.

– O que me seduziu foi essa oportunidade, que já está marcada em minha história, e o desafio de me provar como treinador – destacou.

Antes de chegar ao time alvinegro, Tiago Nunes passou por 22 clubes em nove estados do país, além do Distrito Federal.

* Com informações da FolhaPress

 

Dê sua opinião: