Quarta, 03 de junho de 2020   -     06:42 |

Paciente curada do Covid-19 recebe alta e é homenageada por profissionais do HGV

 Foto: Reprodução/ Instagram 

Uma demonstração de afeto e carinho marcou a saída de uma paciente do Hospital Getúlio Vargas (HGV) em Teresina. A mulher de 45 anos e iniciais I.F.N. havia sido internada com Covid-19 e recebeu alta na noite da última segunda-feira (13). 

As informações foram compartilhadas no perfil do Instagram da Fundação Estatal Piauiense de Serviços Hospitalares (FEPISERH). Na saída do hospital ela foi homenageada pela equipe multiprofissional que a atendeu.

A paciente, proveniente do município de São José do Divino, deu entrada no HGV no último dia 8 de abril, com sintomas compatíveis com a Covid-19. Foi confirmada a doença e o quadro evoluiu com melhoras. Segundo o coordenador da UTI, Caubi Medeiros, a paciente não chegou a ser intubada, recebendo alta da UTI no dia 11 de abril. Nesta segunda-feira,13, veio a boa notícia de que já poderia ir para casa.

A equipe do HGV registrou em vídeo o momento da saída da paciente e a homenagem recebida pelos médicos. O material está disponível nas suas redes sociais.

O boletim divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde (SESAPI) na noite de ontem (13) trazia três casos confirmados de coronavírus em São José do Divino e um óbito no município, o de Antônio Felícia, ex-prefeito da cidade que morreu no último dia 28 de março, sendo a primeira morte ocasionada pela doença no Estado.  

Como se proteger do coronavírus?
Lavar as mãos frequentemente por 20 segundos com água e sabão ou higienizá-las com álcool em gel;
Cobrir o nariz e a boca com um lenço ou o cotovelo ao tossir e espirrar;
Evitar contato próximo (um metro de distância) com pessoas que não estejam bem;
Ficar em casa e se isolar das outras pessoas que moram com você caso apresente os sintomas da doença.

Quais são os sintomas do COVID-19?
Os sintomas mais comuns do COVID-19 são febre, cansaço e tosse seca. Alguns pacientes podem ter dores, congestão nasal, corrimento nasal, dor de garganta, diarreia, perda do olfato e paladar. Esses sintomas geralmente são leves e começam gradualmente. Algumas pessoas são infectadas, mas não desenvolvem sintomas e não se sentem mal. A maioria das pessoas (cerca de 80%) se recupera da doença sem precisar de tratamento especial. Cerca de 1 em cada 6 pessoas que recebe COVID-19 fica gravemente doente e desenvolve dificuldade em respirar. As pessoas idosas e as que têm problemas médicos subjacentes, como pressão alta, problemas cardíacos ou diabetes, têm maior probabilidade de desenvolver doenças graves. Pessoas com febre, tosse e dificuldade em respirar devem procurar atendimento médico.

Quem é do grupo de risco?
Idosos e pessoas com condições médicas pré-existentes (como pressão alta, doenças cardíacas, doenças pulmonares, câncer ou diabetes) parecem desenvolver doenças graves com mais frequência do que outros.

O que é coronavírus?
Os coronavírus são uma grande família de vírus que podem causar doenças em animais ou humanos. Em humanos, sabe-se que vários coronavírus causam infecções respiratórias que variam do resfriado comum a doenças mais graves, como a Síndrome Respiratória do Oriente Médio (MERS) e a Síndrome Respiratória Aguda Grave (SARS). O coronavírus descoberto mais recentemente causa a doença de coronavírus COVID-19.

O que é o COVID-19?
COVID-19 é a doença infecciosa causada pelo coronavírus descoberto mais recentemente. Este novo vírus e doença eram desconhecidos antes do início do surto em Wuhan, China, em dezembro de 2019.  

* Com informações do Piauí Hoje

Dê sua opinião: